Blog Cellpreserve

topomail.png

Cadastre-se e participe da nossa jornada!

Seu bebê não para de chorar? Descubra o que pode ser.


Muitas mamães - especialmente aquelas de primeira viagem - adorariam receber junto com o bebê uma cartilha de orientações do que deve ser feito caso ele comece a chorar sem parar. Afinal, pode ser bem difícil identificar o motivo do choro e ajudar seu pequeno, certo?


Pois estamos aqui para realizar seus desejos! Após muita pesquisa, preparamos com muito carinho uma lista de algumas possíveis razões para seu bebê estar chorando sem parar, e o que você pode fazer para acalmá-lo. Assim, você pode ficar um pouco mais tranquila e começar a identificar o motivo do choro de olhos fechados, logo logo! Vamos lá?


1. “Estou com fome!”


Essa costuma ser a razão mais comum pro choro do seu bebê, ainda mais se for recém nascido: o estômago deles é pequeno e não comporta quantidades grandes de leite materno. Fique atenta a sinais pré-choros, como colocar as mãozinhas na boca, ficar inquieto e parecer estar “procurando peito”.


Pode ser que ele não pare de chorar imediatamente, mas deixa ele mamar e ir se acalmando. Se não se acalmar? Pode ser uma das razões abaixo.


2. “Mãe, tô com sono…”


Quando estamos cansadas, nós deitamos, fechamos nossos olhos e dormimos, certo? Pois bem, seria muito mais fácil se os bebês agissem dessa forma também, mas não é bem assim.


Quanto mais cansados ficam, mais agitados e irritados ficam, e assim, fica difícil pegar no sono. Pegue-o no colo, faça carinho e movimentos suaves para ninar, quem sabe ele pode se acalmar!


3. “Tá muito frio/calor!”


Quer falar sobre tempo recorde? Converse com uma mamãe de recém nascido. A velocidade com que trocamos fraldas e vestimos eles após o banho é justamente para evitar reclamações dos bebês, e isso tem um motivo: a falta de costume do bebê com as mudanças de temperatura e o contato do ar com a pele sensível deles. Fique tranquila, você logo pega o jeito das trocas!


Caso o bebê continue chorando após estar de roupa e confortável no seu colo, pode ser que algo esteja incomodando ele. Pode ser o caso de dar uma inspecionada se algum elástico da roupa está apertando um pouco mais ou se algo acabou ficando agarrado no corpo dele pelo caminho da roupa.


4. “Quero colo, mamãe!”


O instinto diz para pegarmos o bebê no colo assim que ele começa a chorar, certo? Pois pode ser uma chance de acalmá-lo. Quando se tem um bebê maiorzinho, é comum que ele se acalme ao ver você ou ouvir sua voz, mas os pequeninos precisam de contato físico para se sentirem seguros e cuidados. “Como posso manter eles em contato comigo e ter os braços livres?” Você deve estar se perguntando: você pode escolher entre um canguru ou o sling - aquele tecido que você usa pra prender o bebê ao seu corpo sem que ele ou você fiquem desconfortáveis.


5. “Mãe, hora de trocar a fralda.”


Bebê alimentado, descansado, no colo e continua chorando? Cheque a fralda. Alguns bebês se incomodam muito quando ela está levemente cheia, ainda mais se a pele estiver um pouco irritada. Talvez a troca da fralda resolva!


6. “Estou cheio, preciso arrotar!”


Como mencionamos no item 1, o estômago dos bebês é pequeno. Se após mamar, deitá-lo no colo ou no berço e ele começar a chorar, pode ser um arroto “entalado” na garganta. Resolver isso é bem simples: coloque seu bebê na vertical e dê alguns tapinhas leves nas costas dele. Se você tentou por alguns minutos e o arroto não veio, pode ser o item abaixo.


7. “Minha barriguinha tá doendo…”


Esse costuma ser um choro mais fácil de identificar, mamãe. O bebê começa a chorar e fica vermelho logo após a amamentação. Os motivos podem ser diferentes, desde refluxos constantes, até dificuldade de fazer cocô, ou mesmo gases.


Converse com seu pediatra sobre uso de antigases para o bebê. Outras dicas para alívio dos incômodos são: fazer uma compressa quentinha na barriga dele, fazer movimentos de bicicleta com as pernas do pequeno, ou oferecer peito ou uma chupeta, pois o movimento de sucção relaxa e alivia a dor.


8. “É muita coisa ao mesmo tempo!!” ou “Quero mais estímulo, tá pouco!”


Com a chegada de um bebê, é normal que muitas pessoas queiram visitar e conhecer o mais novo integrante da família! No entanto, muita informação ao mesmo tempo pode deixar alguns deles irritados. Muitos sons, vozes diferentes, cores de roupas, novos toques - se seu bebê falasse, certamente diria “chega!!!”. Nesse caso, procure levá-lo a um ambiente mais tranquilo, com meia luz e mesmo que ele ainda chore um pouco, irá se acalmar aos poucos.


Em outros casos, alguns bebês gostam muito dessa interação toda e o silêncio é quase tortura para o pequeno explorador. Lembra do sling que falamos anteriormente? Pode ser uma pedida deliciosa para ele, pois ficará exposto aos seus movimentos e sons, além das interações que vocês terão ao longo do dia!


9. “Meus dentes estão vindo aí!”


Geralmente, os dentes nascem em torno do 4º ao 7º mês de vida, mas isso não é regra! Podem surgir bem antes ou bem depois, e isso é normal. Se nenhuma das opções anteriores acalmou muito o pequeno, experimente sentir suas gengivas com a mão. Você pode ter uma linda surpresa fazendo isso. Como o crescimento de dentes é um processo incômodo pros bebês, um mordedor macio pode ajudar nesse incômodo, viu?


10. Nesse caso...


É muito comum que você fique insegura caso nenhuma das soluções anteriores tenha ajudado, e comece a imaginar se seu bebê está com alguma dor. Geralmente, esse choro é diferente do “choro comum” e acaba sendo mais desesperado ou gritado, o que logo indica que algo está errado. Caso seu bebê seja o tipo que chora bastante, silêncios também podem ser indicativos de algo estranho.


No entanto, é sempre importante lembrar que: ninguém conhece melhor seu filho que você mesma, mamãe. Cheque a temperatura dele, converse com o pediatra se há algo errado e não se culpe pela preocupação, você está dando seu melhor, e está fazendo isso muito bem!


E lembre também que existe aquela coisinha chamada temperamento, sabe? E alguns bebês podem ser mais chorões simplesmente por natureza. O importante é estar preparada pro que der e vier, e com essas dicas, você com certeza está!


1 visualização

Posts recentes

Ver tudo