Saiba como turbinar o crescimento das crianças

June 28, 2017

De acordo com novo estudo publicado no periódico científico Pediatrics, oferecer ovos e laticínios para crianças a partir dos seis meses ajuda no crescimento e evita a atrofia relacionada à desnutrição. Além de auxiliar o crescimento das crianças, o consumo de ovos ajuda a diminuir a ingestão de alimentos açucarados.

 

Apesar de parecer cedo, os alimentos não aumentaram o risco de reações alérgicas. Além disso, outro estudo, publicado no American Journal of Clinical Nutrition, descobriu que crianças entre 2 e 6 anos que beberam leite de vaca eram mais altas do que as que consumiam leites vegetais ou outros tipos de leites.

 

No primeiro estudo, a equipe de pesquisa comparou o crescimento e os padrões alimentares de 163 crianças, entre seis e nove meses de idade, do Equador. Por seis meses, metade delas comeu um ovo diariamente, enquanto as outras não receberam nenhuma dieta específica.

 

No final do teste, os bebês da dieta com ovos apresentaram 47% menos chances de ter desnutrição associada ao crescimento e 74% menos chances de estarem abaixo do peso para a idade comparadas aquelas que não consumiram ovo com a mesmo regularidade. Os percentuais de estatura pela idade, peso em relação a altura e índice de massa corporal (IMC) das crianças que seguiram a dieta também aumentaram significantemente.

 

Segundo Lora Iannotti, professora de saúde pública na Universidade Washington em St. Louis, tanto os ovos quanto o leite de vaca são fontes naturais de proteínas, gorduras, vitaminas e minerais prontos.

 

Em países em desenvolvimento, o consumo desses alimentos pode ajudar a combater a desnutrição, uma vez que são amplamente disponíveis e mais baratos do que carnes e peixes, por exemplo.

 

A pesquisa acompanhou 5.000 crianças, entre dois e seis anos de idade, e descobriu que a cada copo de leite de vaca ingerido diariamente, as crianças tinham 0,2 centímetros a mais que as outras da mesma idade. Em contrapartida, para cada copo de leite vegetal ou de outros animais, as crianças se mostravam 0,4 centímetros mais baixas. Já as crianças que bebiam uma combinação dos leites, tanto de vaca quanto de outras fontes, também eram mais baixas do que a média.

 

O estudo não conseguiu determinar, entretanto, o porquê dessa disparidade no crescimento, mas os autores levantam a hipótese de que as crianças devem estar consumindo menos proteínas e gorduras em geral. Dois copos de leite contém, em média, 16 gramas de proteína, a quantidade ideal para crianças com três anos de idade. Enquanto isso, leite de amêndoas contém apenas 4 gramas. Já outros leites de origem animal não contém o fator de crescimento semelhante à insulina tipo 1, que, segundo os especialistas, contribuem para o padrão de crescimento infantil. 

 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Cellpreserve - Centro de Biotecnologia

Endereço: Av. das Américas, 3434 - Bl. 2 - Lj. 104 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ  |  CEP: 22640-102 

Tel.: (21) 3431 3700  

(21) 99959-4043

(31) 99614-0355 | (27) 998963453
0800 282 3700 

contato@cellpreserve.com.br

NOVIDADE

Teste de Compatibilidade Familiar

CELLPRESERVE

A Cellpreserve possui certificado do Conselho Federal de Medicina, aprovação da Vigilância Sanitária e importantes certificações nacionais e registro internacional como: ISO 9001, ONA E FDA que conferem maior rigor técnico no tratamento das amostras dos clientes. Clique e confira!

CERTIFICAÇÕES: